CUIDADO !!!

26 de dezembro de 2011

Feliz 2012!

Como avaliar 2011?
Hoje me fiz essa pergunta sem querer, e confesso que ainda não sei!
Não sei exatamente dar um nome mas, posso dizer que foi um ano de aprendizado e descobertas.
Um ano que aprendi muitas coisas, mas também tenho a consciência que deixei muitas sem fazer.
Conheci pessoas queridas, me surpreendi com algumas, reconheci outras. Foi um ano importante prá mim. Cresci muito.
Algumas mudanças aconteceram no meu modo de enxergar a vida, as pessoas, situações e eu mesma.
Muitas vezes cheguei a me perguntasr: "será que meu coração está se transformando em pedra?? Tô ficando fria??"
Graças a Deus não! Como me disseram, isso se chama AMADURECIMENTO.
Pois é, achei que isso nunca fosse acontecer comigo, que eu fosse continuar sendo pro resto da vida emotiva e boba...ingênua!
Melhorei um pouco sim, consideravelmente. Percebi isso também pelo amor que carrego no peito.
Mais consciente, maduro. Que me fez crescer, que lembro com saudades mas com alegria. Que mantenho guardado aqui no peito mas sem sofrimento. Sei lá, intuição de mulher é fogo... talvez porque além de senti-lo vivo aqui dentro, sinto que estou viva dentro dele também de alguma forma.
O fato de lembrar dos olhos dele brilhando prá mim... de sentir o quanto gostava de mim, talvez isso não permitiu que eu sofresse! Talvez isso tenha feito com que eu crescesse. 
O ano de 2011 prá mim foi o maior aprendizado dos últimos... 5 anos, eu diria.
Um ano onde tudo o que me aconteceu nos últimos 10 anos, o pouco que pude aprender, parece que o efeito, está surgindo. É...mais ou menos isso!
Tudo o que eu aprendi, principalmente o que eu sofri, tudo mudou e vem mudando.
Meu valores mudaram. Definitivamente.
O tempo passa. As coisas mudam. A gente realmente evolui.
Continuo pobre, cheia de contas, no mesmo emprego e cargo mas não sou mais a mesma pessoa.
Não penso mais como antes. Até meus medos são outros. Meus objetivos mudaram.
A mistura do "tudo que aprendi" com o "tudo o que vivi" até agora, estão realmente fazendo a diferença na minha vida. 
Isso é bom, muito bom, no meu caso, quando se tem uma preparação prá isso.
E eu tive, indiretamente.
Tenho uma mãe forte e maravilhosa, com uma cabeça incrível, tenho amigas fantásticas; uma completamente diferente da outra mas que aprendo algo diferente com cada uma delas. Tenho um emprego onde exercito todos os a paciência; tive paixões desastrosas e avassaladoras...(risos); E uma terapia fantástica que me ajudou muito e ainda ajuda, SER espírita.
Uma avaliação positiva sim, onde meus pressentimentos, meu sexto sentido para 2012 me dizem que será um bom ano, acho que melhor que 2011.
Espero aprender muito mais, crescer mais, e poder fazer pelo menos um pouco das coisas que deixei de fazer em 2011.
Hoje, no especial de Natal, a canção Emoções, do Roberto Carlos, parece que soou diferente... Parecia uma retrospectiva que eu estava ouvindo nas entrelinhas!...
Me deu a impressão do final de um ciclo. Longo, intenso, onde mais errei do que acertei, sem intenção, claro mas, errei e aprendi alguma coisa!
Por isso, dedico essa canção à  tudo o que pude viver não só em 2011 mas nos últimos anos, à todos os acontecimentos da minha vida, à todas as pessoas que que conheci, que passaram e continuam na minha vida; à tudo o que eu pude aprender e perceber à tempo. 
Agradeço à Deus por tudo o que vivi, pela oportunidade de ter a familia que eu tenho, pelos amigos que eu tenho, pelo meu emprego, e o amor que guardo no meu coração. 
Essa "lucidez" talvez, não seria possível se eu não tivesse tidos três coisas importantes e essencias na minhas vida: Minha Mãe, meus amigos e o Espiritismo.
Três oportunidades, três caminhos que Deus me enviou para que eu me tornasse quem eu sou hoje, prá que eu pudesse ser feliz!
E como diz Maysa, "...Só faço o que gosto e aquilo que creio/ Se alguém não quiser entender e falar, pois que fale/ Eu não vou me importar com a maldade de quem nada sabe/ E se alguém interessa saber, sou bem feliz assim/ Muito mais do que quem já falou ou vai falar de mim...!"
  

Emoções 

♫ Quando eu estou aqui 
Eu vivo esse momento lindo 
Olhando pra você 
E as mesmas emoções sentindo
 São tantas já vividas 
São momentos que eu não esqueci 
Detalhes de uma vida 
Histórias que eu contei aqui

Amigos eu ganhei 

Saudades eu senti, partindo 
E às vezes eu deixei 
Você me ver chorar, sorrindo

Sei tudo que o amor 

É capaz de me dar 
Eu sei já sofri
 Mas não deixo de amar
Se chorei 

Ou se sorri 
O importante 
É que emoções eu vivi

São tantas já vividas 

São momentos que eu não esqueci 
Detalhes de uma vida
 Histórias que eu contei aqui

Mas eu estou aqui 

Vivendo esse momento lindo 
De frente pra você

 E as emoções se repetindo
Em paz com a vida 

E o que ela me traz 
Na fé que me faz 
Otimista demais

Se chorei 

Ou se sorri 
O importante 
É que emoções eu vivi
Se choreiOu se sorri 

O importante 
É que emoções eu viv! ♪ 
(Roberto Carlos / Erasmo Carlos) 

Soneto de Fidelidade

"De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa lhe dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure..."

(Vinícius de Moraes)

Uma dentre tantas belas composições do poeta que tanto admiro, uma de minhas inspirações!

24 de dezembro de 2011

Feliz Natal


Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.
Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.
Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.
Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.
Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.
Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.
Obrigada Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome.
Por ter saúde,
quando tantos sofrem neste momento.
Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.
Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.
Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.
Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra.

A Fé

"A Fé nos proporciona acontecimentos marcantes, 
àqueles mais esperados, os mais tocantes.
Nos proporciona dádivas e crescimento;
aprendemos a aguardar o momento certo que acontecerá, 
no momento certo irá chegar...
A Fé nos faz fortalecer, 
nunca esmorecer, e se engrandecer é a palavra certa para vencer.
A Fé move montanhas, 
abri caminhos, tira os espinhos e não estranha o tamanho da dificuldade;
Só é aceita quando percebe que o sentimento é de verdade.
A Fé de querer, de ser, de lutar e crer que pode ter, 
é o que nos mantem vivos, nesse mundo perdido, que poderia ser um paraíso...
Mas que é movido por injustiças sociais, raciais, brigas...
Mas se ainda notar um brilho no olhar, 
é porque a Fé Naquele nunca há de faltar!
As coisas hão de mudar, pode acreditar!
E Deus nunca abandona seus filhos, 
Ele ensina o caminho, te mostra a flor e o espinho, 
te faz ter discernimento entre o céu e a terra...
Tenha a Fé sempre com você, onde quer que vá, mesmo achando não merecer.
Lembre-se que a Fé foi dada a você e aos seus, 
e se resume em um só nome: DEUS!


(30/03/2005 - Quarta-feira - 01:11h)

23 de dezembro de 2011

Um beijo


"Um beijo...
molhado, lambuzado...
Um beijo...
gostoso, gelado, manhoso...
Um beijo quente!
Atraente, envolvente... que arrepia a gente, 
de quando sente um frio na barriga, 
olhar pros seus lábios já estiga!
A vontade de beijar, e beijar, e beijar, sem parar, sem cansar, 
saboreando calmamente e suavemente acariciar sei queixo, 
aumentando o desejo de beijar...
Sentir, abraçar...
Um beijo seu, só de imaginar, perco o ar!
Prometo quando os teus lábios beijar, 
vou molhar, vou lambuzar, vou beijar...prometo não lhe cansar;
Vou lhe fazer feliz com meus beijos
e lhe ensinar a me amar!"

(Sexta-feira, 26/07/2002 - 18:56hs)

3 de dezembro de 2011

Minha Primavera

"Outubro... me cubro entre as folhas da primavera
que fica a minha espera, renovando o tempo, as ruas, o vento
Primavera de flores, de cores, nova estação...
Onde está a canção que fizeste prá mim?
Onde está a estação, àquela que criaste para o meu jardim?
Me ofertou tua flor, e apelidou com meu nome... (me chamas de amor!)
Outubro... me cubro em teus beijos, e abraços,
te ofertando meus afagos primaveris,
te envolvendo com meus lábis febris...
Febris de desejo, num ensejo constante de lhe ter...
Te cubro de beijos ao dormir...
Te cubro de afagos aos despertar...
Te cubro com o calor do meu corpo, prá te esquentar...
Te cubro de amor por toda vida, por toda primavera, até outubro, o ano todo acabar...
Você é minha estação preferida, a primavera mais quente de toda a minha vida!
"

29 de novembro de 2011

Ternura


"Eu te peço perdão por te amar de repente

Embora o meu amor seja uma velha canção nos teus ouvidos

Das horas que passei à sombra dos teus gestos

Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
Das noites que vivi acalentado
Pela graça indizível dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras dos véus da alma...
É um sossego, uma unção, um transbordamento de carícias
E só te pede que te repouses quieta, muito quieta
E deixes que as mãos cálidas da noite encontrem sem fatalidade o olhar extático da aurora."



(Texto extraído da antologia "Vinicius de Moraes" - Poesia completa e prosa", Editora Nova Aguilar - Rio de Janeiro, 1998, pág. 259.)

31 de outubro de 2011

Dia D !

Hoje é dia D !
Dia de Carlos Drummond de Andrade!
Motivo de inspiração de novos poetas, artistas, blogueiros e site de relacionamento.
Faço aqui hoje, uma singela homenagem à esse grande poeta, que tenho a absoluta certeza, continua inspirado e inspirando, mesmo do plano espiritual, os artistas aqui da Terra!
Salve Drummond!!!


Fácil e Difícil

"Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que se expresse sua opinião...
Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias...
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus próprios erros.

Fácil é fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir...
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer a verdade quando for preciso.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre a
mesma...
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado...
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece.
Fácil é viver sem ter que se preocupar com o amanhã...
Difícil é questionar e tentar melhorar suas atitudes impulsivas e as vezes impetuosas, a cada dia que passa.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar...
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar...
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.

Fácil é ditar regras e,
Difícil é segui-las..."


(Carlos Drummond de Andrade)

27 de outubro de 2011

Saudades ...

"Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais..."

(Vinícius de Moraes)


=> Vinícius de Moraes, eternamente uma de minhas grandes inspirações!....

21 de outubro de 2011

Quero Você !

"Quero ser tua viagem, tua coragem de seguir;
Quero ser tua passagem, tua porta de entrada, seu ir e vir...
Quero ser tua liberdade, sua intensidade, sua loucura de amar, 
Quero ser tua certeza, sua coragem em acertar...
Quero ser o seu motivo de mudar, 
Quero ser o seu intuito de lutar...
Quero te dizer que sou tudo o que você sempre desejou, 
e não esperava tão cedo encontrar..."  




5 de outubro de 2011

Minha Primavera



"Outubro... me cubro entre as folhas da primavera...
Que fica a minha espera, renovando o tempo, as ruas, o vento...
Primavera de flores, de cores, nova estação;
Onde está a canção que fizeste prá mim?
Onde está a estação, àquela que criaste para o meu jardim?
Me ofertou tua flor, e apelidou com meu nome... (me chamas de amor!)
Outubro... me cubro em teus beijos, e abraços,
te ofertando meus afagos primaveris,
te envolvendo com meus lábios febris...
Febris de desejo, num ensejo constante de lhe ter...
Te cubro de beijos ao dormir...
Te cubro de afagos aos despertar...
Te cubro com o calor do meu corpo, prá te esquentar...
Te cubro de amor por toda vida, por toda primavera, até Outubro, o ano todo acabar...
Você é minha estação preferida, a primavera mais quente de toda a minha vida!"

1 de outubro de 2011

Um sim pra quem te gosta


 "Cansei desse tormento
Preciso de resposta
Assim eu não agüento
Um sim pra quem te gosta
Não sai do pensamento
Te amo de verdade
Tá doendo em mim
Sentir saudade, sentir saudade......" ♫

(Arlindo Cruz)
 

29 de setembro de 2011

Convite!


"Pensamentos, reflexões...
Palavras ao vento...
Momento de pensar... coragem prá agir... oportunidade de seguir...
Quero mudar, quero gritar, quero fugir!!!
Mudar o hoje, gritar amanhã, e fugir com você!
Quero me perder, me prender à você,
Vem me procurar, me atiçar prá valer!
Você é base, a dose certa da minha embriaguez,
prá que lucidez se você é a minha total maluquez!
Quero pirar com você, em você, de alegria, de prazer;
quero discutir, brigar, quero ciúmes, besteiras, quero te amar!
Quero sua permissão, sua reflexão em me aceitar!
Quero te enlouquecer, chorar, gargalhar,
quero intensidades, quero tua vontade de amar.
Te mandei o convite... Me siga!
É só me adicionar... e farei parte da tua vida!..."


Vem prá minha vida!


"Não sei mais o que dizer,
não sei mais o que fazer prá você entender
o quanto amo amar você...
Não sei o que faço prá te ter em meus braços,
não sei mais se te peço, ou simplesmente me despeço...
Não sei mais como te provar que não estou brincando,
tentando, provando a todo tempo que você não me sai do pensamento...
Não sei mais o que fazer prá ter uma oportunidade,
uma única passagem pela sua vida...
Deixa eu te mostrar que você nunca foi coadjuvante,
sempre foi a participação mais que especial,
Você é o meu ator principal!
Deixa eu ser sua Cinderala descalça, sua Rapunzel descabelada, sua Joana D'arc sem causa!
Deixa eu ser sua oportunidade, sua felicidade, a sua saída
Vem prá ser minha saudade, meu Delicia, prá toda vida!"

25 de setembro de 2011

Oyá!


O momento! A fase!
Tenha o nome que tiver, está sendo e será inesquecível!
Simplesmente assim!
Quero aproveitar cada segundo, cada risada, cada palavra, cada lágrima ao seu lado.
Não quero resumir nada! Quero tudo inteiro, intenso, gargalhando, como tem sido.
O seu sorriso, a sua alegria, a sua vontade de viver... o seu CRESCIMENTO!!
Eparre Oyá!! Filha do vento!! Acabou o sofrimento, sua felicidade chegou!
Esse é só o começo do que lhe espera, do que está à sua espera há tempos!
Mais que irmã, mais que amiga, muito mais do que... ah, sei lá definir!
Não existe definição para quem amamos, não defino... prá quê!?
Só digo: Te Amo, sucesso, estou torcendo por você!!! 

P.S: OBRIGADA SEMPRE POR TUDO !!! ♥

Bem Vindo!

Foges, desperta... alerta!!!
Tantas perguntas, tantas respostas incertas...
O porquê de tantas idas e vindas, 
o por quê de entrar e não conseguir sair da minha vida...
Não permite a chegada, mas também não quer despedida...
Lembras de mim a todo instante, 
sinto que ainda sou o seu perigo constante.
Lembras de mim de mim na partida...
que doce intriga da oposição!
Sim, travou uma briga com seu próprio coração!
Venci meu orgulho, e me embrulho de presente prá você!
Juro, vou do Oiapoque ao Chuí, até Miami ou Nova York só prá te ver!!!
De volta a espera que não se encerra, e que nunca cessa enquanto não te ter!
Aaahhh quando te encontrar, juro te apertar, te encher de beijos, não te perder!
Vem matar a minha, a tua vontade...
Vem tornar o meu sonho, a tua realidade!
Vem prá perto, me sentindo, vem sorrindo, 
seja bem vindo, Delícia, que saudade!....

10 de setembro de 2011

Tortura

Não se torture, 
não minta prá si mesma, pro seu coração...
O que é de fato seu, ao seu lugar volta!
Não se revolte, não dê voltas que volte ao mesmo lugar,
você nunca foi de frequentar o esquisito, o estranho...
Não combina com seu estilo, com seu brio...
Dê a volta, não dê voltas.. Quem dá voltas é o mundo, a vida...
Ela ensina que tudo tem seu momento,
mas auxilie você também, o tempo.
O tempo leva tempo prá tudo acertar, 
mas se você resolver ao "tempo" ajudar, ele não levará muito "tempo" prá tudo colocar no lugar!...

31 de agosto de 2011

Setembro

Que o mês de Setembro traga à todos àqueles, como para mim, as respostas, a alegria de volta, a esperança ativa, a Fé fortalecida, as portas abertas!...



Teremos o que de melhor merecermos... Que assim seja !!!

13 de agosto de 2011

Pedaços de mim por Martha Medeiros

Me empresta Martha?!....rs



Eu sou feito de...
Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos...
 

Sou feito de...
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão...

 

Sinto falta de...
Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci



Eu sou...
Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante

Já...
Tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas...



Muitas vezes eu
Desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,para não enfrentar
sorri para não chorar...



Eu sinto pelas...
Coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei...



Tenho saudade...
De pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo...."

(Martha Medeiros)

25 de julho de 2011

Eu sou assim!


Um misto da verdade, um misto da intensidade;
mudo como as fases da lua, 
mudo como o eclipse, troco de lugar com o sol e a lua...
Mudo constantemente de humor, 
tenho o meu pudor, falo tudo o que penso, mas com muito senso;
Senso de respeito, de conceito... de humor, acima de tudo...
Não sou polêmica, apenas intensa em tudo o que eu faço e falo...
Sou a intensidade, a rebeldia, a magia... 
Algo dentro de mim tem o afã de falar, de se expressar...
Por isso escrevo, desenho, componho meus medos, meus receios, meus sonhos...
Meu desejos guardo num diário... 
Ao contrário de que muitos pensam, 
meus segredos guardo no armário, à sete chaves.
Dou tudo de mim quando amo, 
e quando percebo o engano, me vou sem rastro, sem perguntas.
Vou de um extremo ao outro em segundos, 
da paciência ao absurdo, 
do grito intenso ou mudo...
Mas antes de agir eu questiono... sondo... pergunto.. investigo..
Depois eu ajo, não mudo o que sou por nada, 
analítica eu sou, mas não abstrata.
Faço questão sim que gostem de mim, 
sou agradável por natureza, 
mas não se acostumem com tal beleza...
Nem sempre sou meiga, e gosto dos meus dois lados, 
não escondo quem eu sou
apenas cada um se manifesta na medida (ou na intensidade) em que me doou...

24 de julho de 2011

Sei lá... quem sou eu?


"Sei lá! Sei lá! Eu sei lá bem...


Quem sou? Um fogo-fátuo, uma miragem... 
Sou um reflexo... um canto de paisagem;


Ou apenas cenário! Um vai e vem...
Como a sorte: hoje aqui, depois além! 

Sei lá, quem sou? Sei lá! 
Sou a roupagem
de um doido que partiu numa romagem,
E nunca mais voltou! Eu sei lá quem!... 

Sou um verme que um dia quis ser astro... 
Uma estátua truncada de alabastro... Uma chaga sangrenta do Senhor... 
Sei lá quem sou?! Sei lá! Cumprindo os fados, 

Num mundo de maldades e pecados, 
Sou mais um mau, sou mais um pecador..."



(Florbela Espanca)


21 de julho de 2011

Oxum

Ela vem dançando... envolvente, reluzente...
Sedutora Yabá... Salve, saravá... é ela chegando!
De braços dados à Ogum... 
Ore ie iê, é ela... Oxum, 
é ela adentrando, suntuosa, dourada na fé...


De laço dourado, nos braços e nos pés, 
com sua luz que ilumina, graciosa, formosa,
carregada na Fé...
Molhada das águas, se mirando em seu espelho, 
dançando tranquila, mãe da doçura e da alegria...


Senhora do ouro, outrora do cobre, 
do amor verdadeiro, da poesia nobre...
Lava com tuas águas todas as tristezas do mundo, 
acalenta teus filhos com o amor mais profundo...


Senhora da riqueza, dos rios e cachoeiras, 
cubra-nos com teus lírios sagrados
fartos de esperança e fé...
Com o axé que tens, senhora da realidade, 
do amor e da fertilidade, derramas sobre teus filhos
a plena felicidade...


Yalodè guerreira, curiosa e matreira, 
que tens o segredo do Ifá, não se gaba por isso, 
traz consigo seu abebé e ofá dourados, 
prá afastar tudo de ruim, negativo, mau olhado...


Como toda mãe, protetora e acolhedora, 
Oxum cuida e mima seus filhos, 
coberta por lírios, 
os banha em tuas águas, serenas... calmas...


Mimada por Orumilá, Oxum é o próprio brilho em orixá;
Axé dourada senhora das águas, 
axé doce Yalodè, axé Yabá!...

14 de julho de 2011

Mulher de fases!

É difícil mudar assim de cara,
coisa rara, ser humano nenhum consegue...
Nascemos, vivemos e morremos inconsequentes,
dominados pelo circulo vicioso de nossas mentes...


Ter o domínio exato da razão não é tão desafiador quanto dominar a emoção;
são intensos, andam lado a lado, feito o amor e o ódio,
mas no episódio de hoje a vida tem me pregado uma peça...


Ainda não descobri o "tema", só sei que a minha razão, que antes tinha cheiro de "paixão"
mudou fortemente... e lentamente vem se aproximando... Me esquivar não vou...
Sou curiosa, atrevida, detesto intrigas, gosto de respostas;
Gosto de ouvir, de sentir, de falar...
Gosto do olho no olho, de repartir, de discutir...


Muitos se espantam com meu jeito, até eu mesma não me acostumei com esse meu...preceito.
Tenho um conceito de tudo, e ao mesmo tempo...um...pré-conceito de nada!
Curiosa nata, vou até o fundo, mastigo as vísceras... sou um tudo por tudo, ou tudo ou nada.
O medo?? Existe, claro mas o "não" eu já tenho, isso eu garanto,
o difícil é ouvir o sim, sem pranto.


Tento mudar todo os dias um pouco,
prá esquecer quem eu sou por dentro, quem eu fui no passado;
tenho a necessidade de me tornar melhor, de secar aos poucos, à cada dia, o meu pior;
Sou 8 ou 80, e junto com eles caminha minha eterna paciência...
Calma, às vezes aparento jogar na retranca, na verdade sou meio anjo, meio...suspeita!...


A receita da mudança é o tempo que se faz, e o tempo que se dispõe a mudar;
estou á disposição da vida, das mudanças, do amor sem andanças...
Quero um misto da vida, um amor misturado a paixão desmedida;
quero loucuras excitantes, olho no olho... quero ouvir e dizer o que penso,
quero censurar meus medos, mas quero compartilhar meus receios,
quero colocar o dedo na ferida, quero ser amante, mulher e amiga....


Dominando minha mente viciosa,
hoje misturado a emoção à paixão, o tesão da mudança aumenta;
Que venha então a nova geração, a nova era que se inicia;
que eu possa acompanhar essa evolução,
e dentro do meu coração, e na minha vida,
que seja bem vinda essa nova fase que docemente chamo de "delícia"!...

10 de julho de 2011

Erupções

Intensamente... foi assim, envolvente, quente feito um vulcão...
Um tremendo furacão dentro de mim...
Transformações, erupções... um tsunami sem fim...
Veio... sem avisar... sem previsões, instável...apenas se instalou.


Imaturo, inconstante, torturante...
Estiga, intriga...qual o teu papel na minha vida??
Sem mais, se despede... simplesmente se vai...
Nenhum adeus, sem despedidas...
Sem perguntas, simplesmente somes da minha vida...


Erupções de decepção, um tsunami na minha mente...
Por quê fui me deixar levar assim... tão rapidamente...de repente...
Sei que, quando vem, a gente simplesmente sente mas... não assim... não dessa vez... não outra vez...


Mas dessa vez será diferente, me envolveu com teus olhos,
mas não penses que estou entregue...
Tsunamis me fortalecem, todas me fizeram crescer...
Erupções, como as tuas... vou aprender a lidar e conter!...

28 de junho de 2011

Reticências



Adoro reticências! (...) 
Àqueles três pontos intermitentes que insistem em dizer que nada está fechado, que nada acabou, que algo sempre está por vir!...
A vida se faz assim! Nada pronto, nada definido. 

Tudo sempre em construção.
Tudo ainda por se dizer... Nascendo... Brotando... Sublimando...
Vivo assim... Numa eterna reticência...



(Nilson Furtado)



Confusa, eu?!


Confusa eu?!
Imagina, você quem me deixa perdida,
aflita, sem saída...
Ou é você que não sabe entender, se quer, se fica, ou se deixa vencer...


Decida: intrigas ou frio na barriga??
Sim... você me irrita profundamente...
Ao mesmo tempo que me deixas quente, febril de desejo,
tenho vontade de te matar, dar um soco no queixo!


Comigo é 8 ou 80... vou de um extremo ao outro,
paciente e marrenta...
Muita coisa aprendi com você...
O prazer de me entregar sem medo,
e não ter medo de te responder.


Confuso tá você, que não sabe se me esquece,
que no fundo se pergunta se me merece,
que disse que não tem nada a me oferecer...
Se não me quer, se não vai dar... por que ainda vem a me procurar??


Me confunde intensamente,
que continuo a te irritar profundamente...
Não é de mim que você vive a fugir,
é de você mesmo, e não tente fingir...

23 de junho de 2011

Intenso...

"Como pode ser assim... numa breve despedida, um olhar sem fim...
Assim intenso, relevante... avante, venha dentro de mim...
Se faz companheiro, amante... uma consoante nos une a palavra...
Palavra essa que temos medo de descobrir..
Foge insensato, no sorriso mais alto, num encanto que te seduz..
É como te jogar na cruz... eu sei... você se derrete...
Não inveje os lençóis que me cobrem por não estar aqui...
Estarei ali, ao seu lado, intenso enquanto me seduz...
Saia da tua cruz, essa que você mesmo criou para fugir dos teus atos...
Foges ao longe, pensas que foge, é fato... mas o pensamento está em você...
Nas tuas entranhas, dentro daquilo que tu não prefere crer...
Sedutor ao extremo... te dou meu arrego, meus braços, te farto de beijos...
Um doce desejo nos persegue... tu somes... e eu entregue...
Entregue a saudades, a solidão do teu cheiro, do teu beijo...
Entregue a tentação de lhe ter... à sensação de não mais me afastar de você...
Mas a decisão fica por tua conta em querer me ter;
não, por prazer não... mas de corpo, alma e coração...
Intenso feito a paixão... ardente feito um vulcão, e calma como o mar.
É desse jeito que desejo te amar..."

Pensativa...


Pensativa... (novidade) rsrsrs
Os problemas me fazem pensar em tudo num todo...
Não... não fico enchendo minha cabeça de caraminholas mas... confesso que fico sim remoendo algumas coisas, revendo alguns conceitos e pré-conceitos.
Bom, que a minha cabeça não pára mesmo não tendo problemas (o que é raro para um ser humano!rs), isso é fato, quem me conhece sabe. Mas hoje tô feito o samba de Paulinho da Viola "sei lá, não sei não..."
Mas passa, como dizia Chico, isso também passa!
Reflexão as vezes é bom também.
Tema da "reflexão"?
Hummm... ah, minhas atitudes, o que tá valendo a pena, o que não está... essas coisas...
Se estão me incomodando?
Sim, sempre. Eu sempre me incomodo com tudo. Sou taurina, inquieta, quero saber o por quê e prá quê de tudo, pior que criança quando tá descobrindo o mundo.
Não é porque tô sempre sorrindo prá tudo e prá todos que não tô achando nada com coisa nenhuma, pelo contrário, sou analítica, as vezes até demais.
Cabelo em ovo??? Olha... as vezes vejo até piolho! E minha amiga Pri grita (e grita de verdade): "Pára de tentar achar resposta, pelo amor de Deus!!!"
Mas num dá, não consigoooo!!! Sou impaciente, tensa, quero saber, ué!
Mas... por incrível que pareça, me resta um tantinho de paciência... Resta sim, é verdade.
Paciência essa que vou tomar mais um gole agora, deitar na cama, que é lugar quente, e ouvir o que meu coração e minha razão tem a dizer sobre tudo isso.
Exato, um debate íntimo!
É o que me resta porquê as respostas, só com o tempo...